Monthly Archives: março 2009

Como Criar Página Web de Sucesso

Aquilo que os utilizadores da internet mais gostam é de informação gratuita que resolva os seus problemas, seja ganhar mais dinheiro ou ter mais saúde. Para aprender como criar uma página de sucesso, continue a ler este artigo.

Os páginas na internet devem ter determinadas características que permitam a sua eficiência, por isso aqui ficam algumas dicas importantes.

Criar página para pesquisa rápida

A maior parte dos utilizadores (cerca de 80%) não lê as páginas até ao final, apenas fazem uma pesquisa rápida (o que os americanos chamam de ‘scanning’).

Os leitores na internet são impacientes e querem chegar rapidamente à parte que lhe interessa, por isso é muito importante que lhe consigamos dar o que eles pretendem.

Para auxiliar na navegação devemos utilizar as seguintes estruturas:

  • Titulo
  • Subtítulos
  • Listas com balas
  • Listas com números
  • Passos para atingir determinado objectivo

Por isso é que os artigos do género ‘As 10 melhores formas de fazer abdominais’ funcionam tão bem na blogosfera. Mostram aos leitores as vantagens de fazerem abdominais, indicando logo que são apenas 10 formas e são as melhores possíveis.

Criar páginas curtas

Pelos mesmos motivos do ponto anterior, os artigos devem ser curtos para que o visitante não se aborreça em tanto conteúdo.

Deixe bastante espaço em branco, utilizando as dicas anteriores e comece o artigo com um resumo do que vai falar. Se não interessar aos visitantes, saem imediatamente da página.

Quando a informação é muito extensa é preferível fazer vários artigos curtos, que se ligam entre si. Desta forma os visitantes que querem mais informação podem continuar a navegar enquanto os outros ficam satisfeitos porque encontraram o que procuravam.

Estas são as duas primeiras dicas para criar uma página interessante na internet.

Criar páginas com títulos sonantes

Os títulos são a primeira (e muitas vezes a única) coisa que os visitantes chegam a ver no site, por isso deve esforçar-se por encontrar um título que apele ao leitor e que o faça desejar continuar a ler o resto do artigo.

O mais importante é colocar o principal benefício que os leitores terão quando acabarem de ler o artigo.  É preciso criar o interesse aos visitantes, com títulos sugestivos, do género:

  • As melhores formas de correr
  • Aprenda a fazer origâmi
  • Fazer um currículo vitae em 10 passos
  • Ganhe mais dinheiro rapidamente

Vendo o benefício para si é mais provável que o leitor carregue no link para o artigo.

Criar páginas com conteúdo interessante

Claro que após todas as dicas para captar a atenção dos visitantes é bom que consiga ter conteúdo que seja realmente de qualidade, para não desapontar os leitores. Isto fará com que se tornem leitores assíduos, enquanto não ter o conteúdo que promete fará com que ele nunca mais volte.

Para não perderem tempo os leitores na internet gostam de exemplos práticos, porque simplifica a compreensão de temas mais complicados.

Se estiver a fazer uma página para vender um produto ou um serviço deve apelar às emoções dos visitantes, porque o ser humano age de acordo com elas.

Criar páginas com estrutura correcta

Se utilizar frases mais curtas irá dar um aspecto mais profissional à sua página, porque os parágrafos muito longos são aborrecidos e demonstram falta de profissionalismo do escritor.

Faça sempre uma introdução e uma conclusão, mesmo que tenham apenas algumas palavras. Deve criar um site com as informações contextualizadas com o tópico que escolheu.

Colocar factos pessoais é ainda mais importante se estiver a tentar vender alguma coisa a uma audiência da internet.

Criar páginas para humanos

Embora deva esforçar-se em termos de SEO, não escreva uma página apenas para os motores de busca, porque fará com que fique ilegível e o leitor tenderá a carregar no botão ‘back’ do browser.

Se, pelo contrário, criar conteúdo de qualidade é muito provável que tenha links de outros sites e blogues, conseguindo assim boas posições nos rankings do seu tópico.

Dsenvolvimento de Sites Com Sucesso

Hoje em dia praticamente todos os negócios beneficiam com o desenvolvimento de um site comercial e quem não tem presença online está a ficar para trás em relação à concorrência. Vamos ver como funciona o desenvolvimento de sites.

São várias as acções que pode realizar quando tiver um site a trabalhar para o seu negócio. Pode pedir opiniões aos seus clientes, noticiar as novidades, criar uma lista que esteja disposta a receber promoções, etc. A única coisa que o impede é a sua imaginação.

Aqui ficam os passos para decidir como fazer o desenvolvimento de um website para si e para o seu negócio.

Ideias para o desenvolvimento de sites

A primeira coisa a fazer é ter uma ideia daquilo que gostaria de ver no website, principalmente tudo aquilo que poderia colocar que beneficiasse a sua clientela e o seu negócio.

No caso de ser um site particular também deverá ter objectivos para a construção do site, seja para ter um fórum de discussão num tema de que goste, seja para rentabilizar o site.

O desenvolvimento de um site deve resolver um problema às pessoas que o visitam, da mesma forma que montar um negócio deve responder a necessidades da sociedade.

Algumas formas de ter novas ideias são: o brainstorming e storyboards.

Identificar um mercado

Depois de ter pensado na ideia para o desenvolvimento do site, precisa de saber se existe mercado interessado na sua ideia.

Existe desenvolvimento de sites para praticamente tudo o que possa imaginar, desde motores de busca como o Google a noticias como a CNN, até sites para criadores de cães de uma determinada raça.

É preciso conhecer relativamente bem o mercado onde vai actuar para determinar todo o potencial de crescimento do site. Para isso deverá fazer algumas questões como:

  • Quem serão os visitantes do site?
  • O que é que eles vão procurar?
  • Qual a idade média dos visitantes?
  • Que outros interesses terão?
  • De que forma posso rentabilizar o site ou o negócio tradicional?

Depois de ter as ideias para o desenvolvimento do site e de ter identificado o mercado, está na altura de começar o desenvolvimento. Conheça os tipos de sites que pode fazer e o tempo que poderá, ou não, perder.

Tempo para desenvolvimento do site

Depois de descobrir o que quer fazer é altura de saber se está disposto a pagar o preço que tem de pagar para o desenvolvimento do site.

Existem várias hipóteses, desde criar um site grátis a criar um blog grátis, até criar um site complexo de raiz.

Hoje em dia é possível ter um negócio muito rentável na internet sem gastar praticamente dinheiro algum.

O tempo é também um bem precioso porque é bastante limitado na maioria dos casos, e para quem deseja fazer um site de grande potencial deverá estar preparado para perder muitas horas em frente ao computador.

Se quiser apenas fazer um site para os seus amigos, opte pelo desenvolvimento de sites com wordpress, porque além de gratuito é muito simples de utilizar.

Tipos de desenvolvimento de sites

Existem vários tipos de sites, mas normalmente existem dois grandes grupos:

  • Sites de conteúdos, como os blogs.
  • Sites de comércio electrónico, que vendem produtos.

Os sites de conteúdos requerem muito pouco investimento, mas por isso têm uma competição muito elevada. Praticamente todas as pessoas que sabem utilizar a internet podem criar um blog e ter sucesso.

Isto significa que irá competir com milhares de outros sites pela qualidade do conteúdo que consegue produzir. Nestes casos o tráfego que consegue atrair para o site é o principal factor do sucesso.

Relativamente aos sites de comércio electrónico o modelo é relativamente diferente, porque têm menos concorrência mas é uma concorrência mais forte por ser normalmente profissional.

Com um site de comércio electrónico necessita de uma elevada manutenção para garantir a actualização dos produtos, as vendas, o envio do produto, controlo de stocks, etc.

Ter uma loja online pode ser um negócio extremamente lucrativo mas toda a parte relacionada com as ordens de compra e expedição dos produtos é parecida com um negócio tradicional. Não espere ganhar dinheiro sentado no sofá.

Depois de fazer a pesquisas correctas para o desenvolvimento do website, é altura de pôr mãos à obra e decidir como vai ser feito, por si ou por outra pessoa.

Escolher o website

Depois de pensar bem sobre o desenvolvimento do website que pretende está na altura de avançar. É altura de decidir se é você que faz o desenvolvimento ou se paga a alguém para o fazer.

Se tem um perfil técnico poderá perfeitamente fazer um website de grande qualidade sozinho, mas demorará muito tempo. Se não tiver um perfil técnico será melhor pagar a uma empresa para lhe fazer o desenvolvimento do website.

Existe um mercado muito concorrido nesta área e conseguirá certamente bons preços pelo desenvolvimento de sites.

Registar o domínio e comprar alojamento

Depois de decidir o que vai fazer e como vai ser feito, é altura de escolher um nome para o site para poder registar o domínio, bem como a empresa que vai alojar o seu site.

Existem normalmente pacotes que saem mais baratos quando comprados a uma empresa. Se já sabe o domínio que quer comprar, pergunte os preços à empresa que escolheu para o alojamento. Eles conseguem fazer-lhe um bom preço no domínio se optar pelos seus alojamentos.

Se quiser um domínio gratuito também não há problema, se não estiver com intenções de o rentabilizar no futuro. Tanto o wordpress como o blogger e outros sites do género, permitem que tenha um subdomínio escolhido por si.

Se estiver a pensar a longo prazo opte por comprar um domínio próprio, porque não é caro (algumas dezenas de euros por ano) e dá-lhe muito mais flexibilidade no futuro.

Desenvolvimento do website

Como já foi referido, existem algumas hipóteses distintas para o desenvolvimento do website, se optar por faze-lo sozinho.

Aqui ficam algumas opções:

  • Compre um software que faça sites, porque são bastante económicos quando comparados com o desenvolvimento de um website por um profissional. O problema destes pacotes é que não permitem grande flexibilidade no produto final. São baseados em templates, mas são cada vez mais as soluções existentes no mercado.
  • Aprender a programar. Não é muito difícil aprender o suficiente para programar um site de raiz, mas irá demorar alguns meses até estar pronto para iniciar a sua tarefa. Se tem tempo, esta é uma boa opção até porque irá aprender novas capacidades que podem ser úteis no futuro.
  • Contratar um profissional. Se quer avançar imediatamente com o site e não quer perder muito tempo, esta é a melhor solução. É também a solução mais cara, mas a que garante resultados mais profissionais porque poderá ter um website ao seu gosto.

Depois de terminado o desenvolvimento de site é preciso fazer a sua promoção na internet, em todos os locais possíveis sem nunca ser acusado de fazer spam. Conheça os passos ideias para fazer esse crescimento.

Crescimento do website

Na fase de desenvolvimento do website deverá estar já preparado para atrair certas palavras-chave dos motores de busca, que são uma fonte de tráfego muito importante na internet.

Se estiver a desenvolver um website sobre cães, deverá ter páginas optimizadas para as raças de cães existentes, como por exemplo:

  • Dar banho ao cão
  • Comprar um cão
  • Cuidados básico com um cão
  • Pastor Alemão
  • São Bernardo

São muitas as ferramentas que permitem escolher as melhores palavras-chave dentro dos vários temas.

Deverá depois utilizar essas palavras estrategicamente no seu website. Se quer saber mais, leia os artigos sobre optimização de sites.

Testar o desenvolvimento do website

Antes de colocar o website online deverá fazer testes durante alguns dias (ou semanas se for um site grande) para ter a sensibilidade das dificuldades que os seus visitantes irão encontrar.

Melhor ainda é pedir a alguém que teste o seu website porque assim garante que é uma pessoa que está a navegar pela primeira vez, encontrando todas as dificuldades que um visitante encontrará no futuro.

Um dos maiores problemas dos sites é a facilidade de navegação, sendo um factor muito importante para quem chega pela primeira vez e depois de ler o artigo não sabe muito bem o que fazer. Muitas vezes acabam por sair do site para nunca mais voltar.

Publicitar o website

Depois de criado e testado, é altura de divulgar o website na internet.

Comece por submetê-lo a directorias e motores de busca.

Diga aos seus amigos que tem um website novo, para que eles digam aos amigos deles e assim sucessivamente.

Procure fóruns e blogues para comentar e deixar mensagens com a sua assinatura apontando para o seu novo site.

Para aprender mais sobre divulgação, leia os artigos sobre como publicitar o website.

O mais importante no site é a qualidade, seja do conteúdo ou do serviço. É isto que fará com que os visitantes se transformem em leitores assíduos e clientes frequentes.

Procure um problema e tente resolvê-lo com a criação de um website. Todos saem a ganhar da situação.

Como escrever bem num blog

Escrever um bom post não é completamente diferente de escrever um bom artigo para um jornal tradicional. A mensagem é sempre o mais importante, depois é preciso adaptar a forma ao meio de comunicação onde se publica.

O mais básico consiste em:

  • Remover os erros ortográficos.
  • Remover os erros gramaticais.
  • Escrever conteúdo interessante de forma simples.

No caso da Internet, aqui ficam algumas formas de publicar o post para que seja mais útil e simples para o leitor.

Utilizar os links no blog

Não coloque links que não sejam descritivos, sendo os piores aqueles que dizem ‘clique aqui’. Além de serem maus links em termos de SEO, também não querem dizer nada para o leitor.

Prefira sempre links que sejam descritivos e que tenha as palavras-chave incluídas, como é o caso de ‘ganhar dinheiro na Internet’.

Os links no meio do texto também ajudam o leitor mas preferencialmente deverá deixá-los para o final do texto, quando toda a mensagem tiver sido dada. Desta forma dá a opção ao leitor de que existe mais informação sobre esse tema, podendo ser seguida pelo visitante.

Navegação no post do blog

Quando criar um blog vão aparecer dezenas de links na mesma página, uns relacionados com o texto, outros são do tema do blog, etc.

Todos têm uma função e todos são úteis para manter o leitor interessado nos conteúdos que escondem. Utilize-os para que um visitante não se limite a ler apenas uma página, mas antes que fique interessado na sua forma de escrever e leia outros artigos, eventualmente acabando por subscrever o blog.

Um bom conteúdo é sempre um bom conteúdo, independentemente se é num jornal, num blog ou na televisão. Depois tem de aproveitar as capacidades que o meio permite para enriquecer a informação e ser ainda mais interessante para os visitantes.

Ideias Para Criar Conteúdos Para o Site

O que mais contribui para o sucesso de um site é o seu conteúdo porque é através dele que cria valor para os seus visitantes. É também o mais demorado porque conteúdo de qualidade não se faz da noite para o dia.

Depois do lançamento do site são muitos os que desistem ao fim de poucos meses porque não conseguem manter o ritmo de criação de conteúdos e acabam por deixar morrer o projecto.

Por isso uma das questões mais importantes é saber como ter novas ideias para continuar a escrever conteúdo que interesse aos leitores.

Os tópicos mais comuns nos sites

Existem alguns tópicos mais frequentes que outros, esses incluem:

  • Partilhar conhecimento com o mundo, quando é especialista em determinados assuntos (exemplo, engenheiro informático) e pode ensinar com autoridade à maioria das pessoas.
  • Análises de produtos ou serviços, quando existe uma comunidade grande ou pequena que utiliza um determinado produto (exemplo, iPhone) e gosta de partilhar as suas opiniões com outros utilizadores.
  • Partilhar ideias pessoais com o mundo, porque vivemos num mundo global em que conhecer as ideias de outras pessoas passou a ser muito utilizado. Basta ver o crescimento dos reality shows na televisão…
  • Comércio electrónico, porque a Internet é o mercado com mais visitantes em todo o mundo.

Como a Internet tem todo o tipo de pessoas, é fácil encontrar um tema que tenha uma comunidade, mas já é difícil encontrar um tema que seja suficientemente grande para ter conteúdo durante vários meses ou anos.

Brainstorming

Uma das formas mais utilizadas é o brainstorming, que implica gerar várias ideias num período curto de tempo. Pode ir para uma esplanada ou para a praia, com um caderno na mão e começar a ter ideias sobre tópicos relacionados com o seu site.

Não deve desenvolver nenhum dos tópicos, apenas deve identificar quais são e tentar dentro desses encontrar outros sub tópicos que possam vir a ter conteúdo interessante para o seu público. A parte de escrever conteúdo vem mais tarde.

Fazer um storyboard para encontrar conteúdo para o site

Ao fim de algum tempo as ideias começam a acabar e cada post demora mais tempo a ser criado, principalmente em sites dedicados a nichos pequenos. Nesta altura é importante gerar novas ideias, para expandir o tema para outros tópicos. O storyboard é muito útil para isso.

Equipamento necessário para o storyboard

Para poder avançar com uma storyboard necessita apenas de:

  • Uma cartolina ou qualquer outra superfície que possa ficar desarrumada durante uns tempos.
  • Papel autocolante para colar à superfície (como os Post-its).
  • Uma caneta ou lápis escuros.

Como fazer o storyboard

Todo o processo ocorre longe do computador, apesar de ser em busca de conteúdo para colocar no site.

Aqui ficam os passos necessários para encontrar bom conteúdo:

  • Escrever nos papéis tudo o que lhe vier à cabeça: ideias, notas, temas, etc.
  • Cada ideia nova apenas num papel.
  • Consoante vá tendo as ideias, vá colando na cartolina. Não precisa de ter nenhuma arrumação especial, vá apenas colando.
  • Depois de terminar com as ideias, está na hora de começar a organização. Pode ser por temas, categorias, acções, parentesco, etc.
  • Para criar um site podem ser os temas e sub temas que vão aparecendo, organizados hierarquicamente. Mais tarde poderão aparecer assim no menu.
  • Num storyboard é preciso dar tempo para que as ideias amadureçam, por isso é importante afastar-se durante umas horas ou um dia.
  • Quando voltar ao quadro deverá ter novas ideias e uma estrutura mais cimentada no seu cérebro.
  • Pode repetir o processo desde início para as novas ideias até deixar de ter novas ideias. Depois está na altura de criar o conteúdo.

O storyboard permite esquematizar as ideias e gerar novos temas para que depois possamos dedicar-nos aos conteúdos de qualidade.

Como escrever um post de um blog

Se acabou de criar um blog com a sua plataforma escolhida, está na hora de começar a escrever os artigos (posts) que são a parte fundamental de qualquer site de sucesso.

Conceito de um blog

Uma das características importantes no blog é a forma como os artigos são ordenados. Todos os artigos são ordenados cronologicamente do mais recente para o mais antigo, significando que os posts mais recentes aparecem sempre na primeira página.

Desta forma, a página principal do blog aparece sempre com novidades para os visitantes regulares.

Para atrair os leitores regulares a virem constantemente ao blog, é preciso ter sempre conteúdo fresco.

Vamos ver as partes que dividem um post.

Título do post no blog

O que aparece em primeiro lugar é o título do artigo, por isso deverá ser construído de forma a incentivar os leitores para que estes continuem a ler.

Além da função mencionada, os títulos são também especiais em termos de SEO porque a url do post acaba por ser constituída por esse título.

Por exemplo:

Se o post tiver o título ‘As 10 melhores formas de ganhar dinheiro’.

O url será http://meusite.com/as-10-melhores-formas-de-ganhar-dinheiro/

Este artigo seria bem construído para as palavras ‘formas de ganhar dinheiro’.

Em tópicos pouco concorridos, por vezes basta um título correcto para aparecer logo na primeira página dos motores de busca.

De notar que o título tem de ser sobre o mesmo tema do resto do artigo. Não coloque este título para depois fazer o resto do artigo a falar das suas férias de Verão…

Data do post no blog

Existem estratégias que passam por retirar as datas dos artigos dos blogs para que estes sejam intemporais e a verdade é que existem muitos visitantes que olham para as datas dos artigos para determinar se a informação é recente ou antiga.

Por defeito, os posts dos blogs aparecem sempre com a data em que foram inseridos pelo autor.

Os motores de busca também visitam os blogs que são actualizados com mais frequência do que os blogs que não o são. Isto significa que se não actualizar regularmente o blog, poderá passar uma semana ou mais até que seja visitado pelas aranhas do Google e outros motores.

Autor do artigo do blog

O autor do artigo identifica quem o escreveu, sendo a sua utilidade grande no caso dos blogs com múltiplos autores.

Quando se carrega no link do autor somos levados para uma página de apresentação sobre o mesmo.

No caso de blogs individuais ou blogs que não tenham grande interesse em saber quem escreveu o post, não tem muita importância.

Imagens no artigo do blog

As imagens e fotografias em geral proporcionam um alívio visual em páginas que são muito carregadas de texto.

Quando os posts apenas contêm muito texto, pode tornar-se cansativo para o leitor. Algumas imagens para separar secções do artigo podem funcionar bem como ponto de descanso para o visitante.

Além disso, um post com imagens tem um look mais profissional.

Os motores de busca também já começam a interessar-se por pesquisa de imagens, pelo que poderá também atrair mais tráfego de visitantes que procuram um determinado tema por uma fotografia.

É importante que as imagens também sejam dentro do mesmo tema do artigo, para não distrair os leitores.

Links no artigo do blog

Os posts permitem ao autor colocar links para outros sites, normalmente para citar as fontes oficiais de uma notícia à qual damos depois a nossa opinião.

Deverá ter cuidado na forma como utiliza os links, para garantir que nunca faz ligações a sites que não confie.

Um site que hoje pode conter informação interessante, no futuro pode ser um repositório de SPAM. É preciso linkar apenas sites credíveis.

Comentários no artigo do blog

Depois do post, existem os comentários que permitem aos leitores participarem numa discussão ou adicionarem novos dados ao tema do artigo.

Se quiser criar uma comunidade à volta do blog, a moderação dos comentários pode ser uma decisão importante para garantir o sucesso do projecto.

Quando activar os comentários terá de estar com atenção e responder a todos os comentários que sejam de interesse para a conversação.

Um artigo de um blog é constituído por várias secções muito bem definidas, todas com uma função importante.