Monthly Archives: agosto 2009

1 Crie o Relacionamento no Site

Nos artigos anteriores temos vindo a falar principalmente de visitantes, internautas que chegam ao seu site principalmente através dos motores de busca. Vamos agora falar da importância do relacionamento com os seus leitores.

Se ainda não teve oportunidade de ler os artigos anteriores, esta série começa ao aprender como criar conteúdo para ganhar dinheiro.

Um visitante é apenas um visitante, depois acabou… Tem apenas uma hipótese de rentabilizar essa visita. No entanto, se ele se tornar leitor assíduo do site ou subscrever a sua newsletter, você passará a ter muito mais oportunidades para o futuro.

Só consegue criar e manter uma relação com os seus leitores se continuar a fornecer conteúdo útil e relevante. Se continuar a ajudar os seus leitores, continuará a fazer a pré-venda para mais produtos e serviços no futuro.

Criar Uma Newsletter

A confiança é muito importante para transformar um visitante num cliente satisfeito a longo prazo. É por isso que as newsletters são tão importantes na internet. Ajudam a criar um relacionamento com os seus visitantes e ajudam-no, a si, a compreender melhor que tipo de conteúdo deverá focar-se no futuro.

Se subscreve a nossa newsletter, verá que existe o incentivo para que nos contacte, dê as suas sugestões e peça ajuda. Só assim é possível entender aquilo que procura. Crie uma newsletter no seu site e peça feedback aos seus visitantes.

Para quem quer vender algo, a única forma de aumentar as taxas de conversão é aumentando a credibilidade e confiança que passa para os seus clientes.

É por isso que os banners publicitários directos não funcionam tão bem para promover um produto como um site ou conjunto de artigos, onde se explicam os benefícios que esse produto pode trazer para o visitante.

Conquistar o Visitante

Por mais que se esforce, nunca conseguirá ter taxas de conversão de 100%, nem metade! No entanto, pode (e deve) conquistar todos os visitantes possíveis que não se mostraram interessados na primeira oferta. Podem ser extremamente valiosos no futuro.

Uma boa forma de os conquistar é através da oferta de algo em troca da sua fidelidade. Depois necessita de os ir conquistando através de conteúdo frequente de qualidade, para criar o tal relacionamento entre webmaster e leitor.

Não se esqueça que um visitante apenas vê uma pequeníssima parte do seu site (se tiver muito conteúdo), por isso pode divulgar-lhe os seus melhores conteúdos. Se lhe entregar qualidade, ele ficará mais próximo de si.

Mantenha sempre o site interessante e actualizado para que os visitantes voltem!

Por isso, a melhor estratégia é ser você a contactar os visitantes em vez de serem eles a contactá-lo a si. Sempre que tenha conteúdo novo interessante, envie-lhes um e-mail a alertar.

Um visitante pode não comprar o seu produto naquele momento, mas pode fazê-lo daqui a três meses. Se não o deixar fugir, essa venda será sua.

No próximo artigo, vamos ver como criar uma newsletter para aumentar a taxa de conversão de visitantes.

Mantenha os Visitantes no Site

Se já cumpriu todas as etapas que referimos nos artigos anteriores, está pronto para começar a criar conteúdo de qualidade para manter os visitantes no seu site e ganhar dinheiro.

Se ainda não teve oportunidade de ler os artigos anteriores, esta série começa ao aprender como criar conteúdo para ganhar dinheiro.

Já sabe como começar a escrever artigos focados no tópico que escolheu para o seu site. Já sabe como terminar o site, com o modelo de rentabilização que definiu para si. Já sabe o que precisa de escrever entre o início e o fim.

Agora precisa de se preparar para meter mãos à obra!

Divulgar a Marca em Todas as Oportunidades

Em primeiro lugar, saiba que não se deve cingir apenas ao seu site quando vai divulgar os seus produtos ou serviços. É importante que utilize todos os meios ao seu dispor para passar a sua marca. Coloque uma assinatura de e-mail com um logótipo e um link para o seu site.

Todas as oportunidades são boas para criar uma ligação com os seus contactos e clientes.

Primeiro Parágrafo

O primeiro parágrafo de cada artigo é o que tem o potencial de manter ou mandar o visitante embora. Se o seu primeiro parágrafo e título forem apelativos, o visitante continua a ler o resto do texto.

Se começou a ler as primeiras linhas do segundo parágrafo, é porque está interessado em continuar. Desde que continue a descrever os benefícios ao longo do texto, o visitante irá até ao final, até à parte em que você vai cumprir o seu objectivo.

Terá de apelar às emoções do visitante para o poder cativar. Logo no início tem de responder à questão do que é que ele vai ganhar com o facto de continuar a ler o artigo. Procure os seus benefícios mais emotivos e coloque-os bem destacados, no título se for possível.

Agora que já tem a atenção do visitante e já lhe demonstrou o principal benefício, continue a mostrar-lhe outros benefícios ao longo do texto, para que ele se vá motivando cada vez mais para o que aí vem.

Importância do Título e Subtítulos

Têm sempre um tipo de letra maior, que chama mais a atenção dos leitores, por isso deverá ser utilizado para demonstrar mais benefícios e responder a mais dúvidas.

São os subtítulos que puxam os leitores para dentro do conteúdo e que o fazem ler, pedaço a pedaço, tudo o que tem para lhe dizer.

O último subtítulo é de extrema importância porque é o que vai chamar o visitante a agir.

Demore o tempo que for preciso para criar os títulos, subtítulos e parágrafo inicial. Teste várias abordagens até ficar completamente satisfeito. Mais tarde vai poder testar vários tipos de abordagens directamente no site, com ferramentas que permitem testar variações nos conteúdos.

Mostre o seu artigo aos seus amigos e anote todas as dúvidas que eles têm, bem como as dificuldades que demonstram durante a leitura do conteúdo. No final, idealmente, eles deverão mostrar-se interessados em cumprir o objectivo que você traçou para o site.

Aproximação à Venda

Todo o conteúdo que criou está a efectuar a pré-venda e deve estar a cumprir bem esse papel. Não utilize grandes gráficos, imagens excessivas, tipos de letras extravagantes. Continue a mostrar os benefícios para o visitante.

Por exemplo, um produto que deseja vender, deve ter:

  • A garantia que você oferece
  • A privacidade que dá ao pedido de encomenda
  • Testemunhos de outros clientes satisfeitos
  • Formulário para preencher os dados

Todo o texto deverá estar estruturado até à parte em que o visitante se torna um cliente.

O conteúdo de qualidade é o que atrai os visitantes e é também o que fará com que eles voltem. No próximo artigo vamos ver como é que pode criar relacionamentos duradouros, que garantam mais vendas no futuro.

Venda os Benefícios e Não as Funcionalidades

O que vende um produto ou serviço não são as funcionalidades, são os benefícios perceptíveis para o cliente. Se você demonstrar que o seu site vai resolver todos os problemas do seu visitante, conseguirá ter sucesso rapidamente.

Se ainda não teve oportunidade de ler os artigos anteriores, esta série começa ao aprender como criar conteúdo para ganhar dinheiro.

Um conteúdo excelente é aquele que atrai a atenção do seu visitante e que o encaminha em direcção ao objectivo que você tem traçado para o site. Desde que consiga ter conteúdo relevante, que demonstre o que é o visitante ganha em fazer aquilo que você quer que ele faça, ele irá continuar a ler o seu site e a ficar cada vez mais motivado para ser seu cliente.

Conhecimento do Conteúdo

Todo o seu conteúdo deve demonstrar que você conhece e adora o tema do nicho de mercado onde se insere. Se não conseguir demonstrar esse entusiasmo, os seus visitantes vão aperceber-se e abandonar o barco rapidamente.

Por isso, precisa de se tornar o especialista reconhecido dentro do seu nicho. Crie a credibilidade necessária para ser visto como uma autoridade, pelo menos aos olhos dos seus visitantes. Só assim poderá garantir que eles confiam em si quando necessitar que ajam.

Se criou um site sobre um tema, é óbvio que deve ter alguns conhecimentos, senão não conseguiria criar todo o conteúdo necessário para aparecer nos motores de busca. No entanto, não basta ter o conhecimento apenas do seu ponto de vista de especialista. Tem de conhecer o ponto de vista de pessoas fora do nicho.

Pergunte aos seus amigos o que acham do tema do seu site? Qual é a opinião deles relativamente ao assunto? Compare o seu site com o dos seus concorrentes? É melhor ou pior? É diferente em quê? Saiba o que está a acontecer no mercado. As tendências e os riscos.

Depois de conhecer toda esta informação, só tem de a disponibilizar no seu site, em forma de conteúdo relevante para o tema.

Demonstrar os Benefícios

Escreva tudo o que o seu site oferece aos visitantes. Faça um ou mais artigos sobre os benefícios. Escreva artigos com respostas para as questões mais comuns. Coloque-as bem visíveis no site.

Mas não pense que isto é suficiente.

A maior parte das pessoas não consegue ver os benefícios nas funcionalidades de um produto!

É preciso que você venha em auxílio dos seus visitantes e que lhes faça a papinha toda. Tem de lhes demonstrar em que é que as funcionalidades do seu produto ou serviço vão beneficiar quem está a ler o artigo. As pessoas compram baseadas na emoção, não na lógica.

Tem de transformar o artigo anterior das funcionalidades e criar um artigo de benefícios para os clientes que comprarem o produto.

O benefício é responder à questão: O que é que eu ganho com isso?

Aqui ficam alguns exemplos de benefícios:

  • O produto X vai poupar-lhe tempo.
  • O livro Y vai ensinar-lhe a ser mais organizado.
  • O curso Z vai ensiná-lo a falar inglês.

As pessoas não querem saber se o produto foi desenvolvido hoje ou há vinte anos atrás. Não querem saber se gastou milhares de horas de investigação. Não querem saber se gastou milhões de euros a criar. Só querem saber o que é que ganham com isso…

O mesmo produto pode resolver vários problemas e ter por isso vários benefícios para diferentes tipos de clientes. Deve criar vários artigos que expliquem como podem ser resolvidos os problemas de cada tipo de cliente.

As funcionalidades são apenas os elementos de um produto que fazem qualquer coisa. Os benefícios são as soluções para todos os problemas do cliente. Quanto mais benefícios, melhor.

Segredo Para Ter Sucesso na Internet

O segredo para ter sucesso on-line pode resumir-se a:

  • Criar conteúdo com qualidade dentro do tema do site.
  • Receber tráfego qualificado dos motores de busca.
  • Criar a credibilidade e empatia com os visitantes.
  • Fazer a venda.

Os clientes compram às pessoas de quem mais gostam e confiam. A regra é bastante simples.

No próximo artigo para criar conteúdo de qualidade e ganhar dinheiro, vamos ver porque é importante manter o visitante no seu site.

A Importância da Origem do Tráfego

Depois do último artigo, já sabe que precisa de ter o visitante perfeito bem detalhado na sua cabeça. Só assim pode decidir o que vai oferecer e que problemas vai resolver.

Se ainda não teve oportunidade de ler os artigos anteriores, esta série começa ao aprender como criar conteúdo para ganhar dinheiro.

Os seus visitantes tipo são:

  • Jovens universitários?
  • Seniores à procura de qualidade de vida?
  • Guitarristas?
  • Adeptos de futebol?
  • Fãs de uma banda?

Se tem mais do que um perfil de visitante, deve detalhar cada um deles de forma a ficar tudo bem identificado.

Origem do Tráfego

Outro factor que tem de analisar, no que diz respeito ao seu visitante, é a origem da visita. Vem de motores de busca ou vem de tráfego comprado?

O tráfego comprado é mais difícil de persuadir do que o tráfego gratuito, onde o visitante chega de livre e espontânea vontade ao seu site, predisposto para aquilo que você está a oferecer. Se for através de publicidade, o visitante já sabe que foi levado até aos seu site e que irá ser tentada uma venda de algo.

É por isso que é tão importante aparecer bem posicionado nos motores de busca. É aí que está o ouro!

Tráfego dos Motores de Busca

Se o seu site foi encontrado através de um motor de busca, é porque o visitante escreveu uma determinada palavra-chave para o encontrar. Isto significa que é tráfego altamente qualificado. Você tem um site que vende relógios e todos os visitantes chegam à procura de relógios! É o sonho de qualquer comerciante.

Como já fomos referindo, só há uma coisa que permite que você apareça nas listagens dos motores de busca: o conteúdo certo com as palavras-chave certas!

Um site dentro de um nicho de mercado tem apenas um tema e todos os artigos tocam nesse tema, directa ou indirectamente. Por exemplo, no caso de ter um site para vender relógios, pode criar artigos com análises a modelos de relógios até a artigos como mudar as pilhas de um relógio…

Os motores de busca levam normalmente mais de 90% do tráfego a um site. Tráfego com visitantes que estão motivados para o que tem a oferecer. Se os visitantes não conseguem encontrar o seu site, é como se não existisse.

Os algoritmos dos motores de busca estão constantemente a ser optimizados para darem mais relevância nos seus resultados de pesquisa. Por isso hoje é mais difícil criar um site com SPAM e aparecer nas primeiras posições. Os motores de busca procuram conteúdo verdadeiro, hoje e sempre. É isso que os faz viver!

O seu conteúdo, relevante e em grande quantidade, é que vai fazer a diferença para os outros sites do mesmo nicho de mercado. Vai dar-lhe credibilidade, conseguindo assim links de outros sites, e vai fazer a pré-venda do seu produto como ninguém.

Em princípio já deverá ter entendido tudo sobre a pré-venda. Está na altura de preparar a venda, ou outro objectivo que pretenda. No próximo artigo vamos ver que são os benefícios a fazer a venda, não as funcionalidades.

Criar Conteúdos Para o Visitante Ideal

Sempre que criar conteúdos, deve imaginar que o está a fazer para o seu visitante ideal. Aquele que você deseja que frequente o seu site. É importante que já tenha definido que tipo de visitantes quer para o seu projecto.

Como vimos no artigo anterior, também já deve saber aquilo que deseja que os seus visitantes façam. Se ainda não teve oportunidade de ler os artigos anteriores, esta série começa ao aprender como criar conteúdo para ganhar dinheiro.

Todas as palavras que escrever, devem ter em atenção o seu objectivo final, vender o seu produto. Mas deve fazê-lo de forma a demonstrar todas as vantagens que esse produto vai trazer ao seu futuro cliente. Se não fizer isso, o seu cliente vai virar-se para a concorrência e recomeçar uma ligação com um novo site.

Como Adivinhar os Pensamentos dos Visitantes?

A única forma de o fazer é colocar-se na pele do seu visitante ideal. É através desse visitante ideal que você quererá vender o seu produto ou serviço. Todos os outros visitantes podem ser desprezados, porque vêm à procura de outra coisa qualquer e dificilmente serão cativados para o seu objectivo.

Se tem um site para vender os serviços de uma quinta para casamentos e receber um visitante que está à procura de uma quinta para passar férias, será impossível convencê-lo de que precisa de recorrer aos seus serviços para celebrar o copo de água.

Não vale a pena tentar adivinhar o pensamento de todo o tipo de visitante que vai cair no seu site, principalmente se aparecer nas primeiras páginas dos motores de busca para palavras-chave genéricas, como era o caso do exemplo dado (quintas).

Se um visitante que procura uma quinta para casamentos cair no seu site, o que vai fazer? Já sabe o que ele procura, por isso tem uma vantagem. Já deve saber quais são as questões e dúvidas mais frequentes para quem procura um sítio para casar, por isso pode respondê-las no site. Crie uma empatia com esse visitante, ajude-o a tirar todas as dúvidas e a tornar-se seu amigo. No final, poderá então vender os seus benéficos serviços.

É preciso:

  • Determinar o que eles precisam.
  • Apelar para as emoções certas.
  • Demonstrar as vantagens do seu produto.

Se conseguir fazer tudo isto, o preço do produto será o menos importante porque as emoções sobrepõem-se sempre ao factor financeiro.

A pré-venda é feita através de conteúdo relevante para o seu objectivo!

Um cliente satisfeito será um cliente para a toda a vida, desde que você lhe dê ainda mais do que ele estava à espera de encontrar.

Coloque-se no papel do visitante que procura uma quinta para o seu casamento e encontra dois sites:

  • Chega ao site de uma quinta concorrente à sua.
  • Vê umas fotos, um número de telefone e mais nada…
  • Chega ao seu site
  • Vê fotos com explicação do que pode fazer em cada um dos locais.
  • Tem sugestões de como pode organizar a festa dentro dessa quinta.
  • Tem a resposta a problemas financeiros típicos de recém-casados: Alternativas de pagamento, descontos, etc.
  • Tem depoimentos reais de anteriores noivos e convidados.
  • Tem uma forma de contacto que garante resposta em 24h

Se você for o noivo à procura de uma quinta, qual vai escolher?

O primeiro site nem sequer chega a ser informativo e no entanto a maior parte dos sites comerciais é assim…

O segundo site tem conteúdo relevante para responder às necessidades de quem precisa de encontrar um sítio para casar. A credibilidade é criada logo no início e a empatia vai aumentando à medida que o visitante vai lendo os conteúdos.

Contacto na Internet

Na internet você não tem a oportunidade de vender um produto cara a cara, por isso tem de idealizar o visitante que deseja e criar um site todo virado para esse visitante. Esses conteúdos serão o seu vendedor em todo o mundo.

O seu conteúdo tem de responder às dúvidas, como se estivesse cara a cara com o cliente. Como se de uma conversa se tratasse. Com atenção, com carinho e guiando o visitante até ao seu objectivo.

O sucesso no conteúdo não aparecerá se você escrever para si!

Tem de escrever para o cliente ideal, isto é muito importante. Você já sabe que o seu produto é bom, agora precisa de resolver os problemas aos seus clientes. Escreva directamente para ele ou ela (conforme o tipo de cliente mais representativo). Torne o conteúdo pessoal, escrevendo como se estivesse a falar para a pessoa à sua frente.

O cliente está sempre primeiro. No próximo artigo verá como levar o conteúdo para o nível seguinte e a importância da origem do tráfego.