Conheça as vantagens de fazer backups para não perder os dados que são importantes para si ou para a sua empresa.

As empresas normalmente utilizam tapes para fazer backups, devido ao volume grande de informação. Para isso, têm máquinas de backups automáticas que trocam tapes e permitem o agendamento das tarefas em alturas de baixa utilização dos dados (como as madrugadas). Estas máquinas custam milhares de euros e estão apenas ao alcance de empresas com alguma capacidade financeira.

Para quem faz backups em casa, o mais comum é utilizarem-se medias mais baratas, como discos externos, pens ou DVDs regraváveis.

Como fazer backup de vários dias

A regra deve ser guardar o backup dos dias anteriores, das semana anteriores, dos meses anteriores e dos anos anteriores. Desta forma garante que tem sempre dados importantes ao longo do tempo.

Os backups nunca são demais, devem ser frequentes e começar desde inicio.

Como fazer backup incremental

Uma das formas mais comuns de se fazer backup em casa é através do método incremental.

O backup incremental consiste em fazer um backup total (que tem todos os dados guardados num determinado momento) e depois são feitos backups apenas dos ficheiros que foram alterados deste o backup total.

Estes backups são muito rápidos, além de garantir que tem as várias versões dos ficheiros que foram mudados durante os últimos dias.

O backup total deve ser feito pelo menos uma vez por semana, enquanto o backup incremental deverá ser feito diariamente, até chegar novamente o dia do backup incremental.

Por exemplo:

Segunda-feira - backup total

No resto da semana - backup incremental

Como fazer backup permanente

Existem diferenças entre ficheiros, que pretende manter para sempre, e backups, que são apenas cópias de segurança temporárias em caso de problemas com os dados originais.

Faz todo o sentido guardar regularmente os ficheiros para sempre.

Veja também como escolher um método de backup.